sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Fatos indiretos que podem arranhar a marca

De acordo com o IVC, a Folha de São Paulo perdeu a liderança de circulação de jornais no país. O maior jornal hoje é o popular SuperNotícia, de Minas Gerais.

Para a organização, um fato ruim: menores faturamento e alcance. Para a marca, um desastre.

Mesmo que a circulação, sozinha, não signifique a base da marca (quem só começa o dia após ler o SuperNotícia, tecle duas vezes), ainda assim há um arranhão na sua visibilidade.

O público pode ler simplesmente “a Folha já não é mais líder”, não procurando saber se seus arquirivais (O Globo e O Estado de SP) assumiram a liderança.

Simplesmente entendem a chamada da perda da liderança. E lá vão mais esforços de branding para tentar sanar o arranhão.


sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Oportunidade e inteligência destinadas à marca

Executivos de Marketing buscam consolidar a marca com ações que sejam identificadas de forma positiva pelo consumidor.

Como a seleção das mensagens está cada vez mais difícil, devido a extensa mídia existente, as ações precisam atender a necessidade cada vez mais premente de novidades interessantes e, preferencialmente, interativas.

Há não muito tempo, bastava ser inovadora no conteúdo. Hoje, é o formato da ação que muitas vezes a leva ao sucesso.

O filme abaixo é ambientado em uma galeria de arte, com os tradicionais identificadores minúsculos ao lado das obras. Determinada peça conseguiu chamar a atenção pelo inusitado do trabalho. Ao chegar próximo do papel identificador, as pessoas percebiam tratar-se de uma inteligente ação mercadológica da KitKat, marca de chocolate.



video

sábado, 15 de janeiro de 2011

Conexões experienciais com o planeta

Este post deveria ter sido veiculado em novembro2010, quando a ação aconteceu em São Paulo, mas entendi que o ano de 2011 deveria iniciar com mensagens muito positivas.

Marcas já consolidadas buscam reforçar sua lembrança na mente dos consumidores.

Porém, algumas dificuldades são aparentes. Um bem, por exemplo, tem suas características mais ou menos definidas e mesmo que inovações incrementais possam ser somadas a ele, ainda assim a marca será lembrada como sempre foi.

A Brastemp é conhecida e reconhecida pelos consumidores. Portanto, falar dos bens que vende é chover no molhado, embora necessário. Mas aí ela vem com uma ação de experiência com os consumidores para comunicar que inspiração é o que move a marca.

Faz isto de uma forma absolutamente genial. Acompanhe no filme abaixo.


video

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Entrevista sobre branding

O primeiro post de 2011 apresenta a entrevista feita com o editor deste blog, na íntegra, realizada em programa de televisão.

Produzido semanalmente pela Via Ápia, maior empresa de eventos temáticos do Brasil, o programa traz convidados de diferentes áreas de atuação.

Acompanhe, nos dois vídeos a seguir, aspectos do Marketing, como as tendências para 2011, as mídias sociais, e a sustentabilidade.

blocos I e II

video


bloco III

video