sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Mensagem subliminar, marca real


A discussão sobre propaganda subliminar é extensa e muita gente a confunde com mensagem não dita.

Não é preciso dizer que o Bugatti Veyron é mais rápido do que o Audi R8, em um comercial com cenas de ambos os carros na pista. O piloto, ao final do teste, olha com descaso para o R8, confirmando a superioridade do Bugatti. Foi sutil e preciso. Mas não é subliminar.

A BMW trouxe uma peça realmente de contexto subliminar.

No comercial veiculado em cinemas, o piloto de superbike da marca pede aos espectadores que fechem os olhos no final da transmissão. As alemãs Serviceplan (agência) e Embassy of Dreams (produtora) criaram a intervenção colocando flashes que projetavam o logotipo da BMW. Acompanhe o making of da ação, abaixo.

Os espectadores ficaram fascinados, pois a marca ficou dentro da cabeça deles. Literalmente. Executivos de Marketing sempre sonham com posicionamento duradouro. Os alemães conseguiram.

video

3 comentários:

  1. A mensagem subliminar realmente difere e atrai quando se quer atingir de cheio e quando se sabe produzí-la. Sobre o vídeo da BMW realmente incrível. seu making off seguido dos comentários dão uma idéia de mais essa proesa publicitária.

    abraço

    ResponderExcluir
  2. Sempre achei interessante a exploraçao da mensagem subliminar... nao fechei os olhos como os telespectadores do cinema, mas deu pra compreender pelo making off e entrevistas que o bombardeio da logo surpreendeu.. achei incrivel

    abraço

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente. E como, normalmente, são ações inesperadas, acabam chamando ainda mais a atenção. É bem possível que o retorno tenha sido bem superior a um filme comercial, mesmo que muito bom.

    ResponderExcluir