sábado, 28 de novembro de 2009

A Pepsi e a Kaiser prestando serviço ao consumidor

Uma das ações de marketing que mais excitam as pessoas à rápida divulgação é a propaganda comparativa. Ela expõe as coisas menos saudáveis da marca concorrente geralmente com o apelo do humor.

Resulta na assimilação e divulgação imediata dos conectados. Importante observar que a novidade, neste caso, não é na forma, mas no conteúdo. E este fato difere da maioria das ações que se tornam virais. É a velha e sempre presente inteligência sendo usada de maneira adequada ao meio.

Com mafiosos de primeira linha de Hollywood e dos canais HBO, o comercial da Pepsi a seguir compara-se à Coca de uma forma brilhante, com ótima direção e demonstrando com nitidez o posicionamento de juventude e transparência da anunciante.

video

No Brasil, o comentário “da hora” é a campanha do teste cego das marcas veiculada pela Kaiser. É composta do comercial de venda do produto e de comerciais que antecederam à peça, explicando a maior pesquisa do gênero já feita por aqui, devidamente amparados por atores globais.

O país não tem muitos anunciantes adeptos deste formato de propaganda.

Quando inserido em um programa de branding, muito possivelmente traz ótimos resultados porque, dentre outras funções, a propaganda comparativa é um serviço ao consumidor. Ao expor (mesmo que de forma unilateral) os benefícios de uma marca em relação à outra, no longo prazo isto se torna reconhecido pelo comprador.


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário